Confiança - as conclusões!

Pois já percebi que estão todos loucos por saber o motivo que me levou a definir confiança! Pois bem, eu cá estou, de regresso, e já sabem que ultimamente não tenho tido muito tempo para o blog, infelizmente, e venho-vos explicar tudo direitinho!
Tenho quase a certeza que todos vocês, pelo menos uma vez na vida, passaram pela situação de rejeição por parte de uma pessoa do sexo oposto. Eu também passo por muitas, como já aqui disse, também levo muitas tampas, mas aceito-as muito bem, pois eu sou um poço de auto-confiança! No entanto, ultimamente, as coisas não têem andado bem assim! Ando um pouco "abatido" fruto do dia a dia, e não tenho tido grande tempo para engates, fodas, quecas e coisas afins! A Amante já se queixou, a Médica já se zangou, a Mulher já stressou, isto só para falar nas "fixas". A juntar a tudo isto, apareceu assim de repente na minha vida uma pessoa que conversa após conversa, conseguiu que eu perdesse o meu lado sexual com ela, passando a respeitá-la!
Ora, como vocês sabem, isto é uma situação muito grave, porque quando passamos a pensar numa determinada gaja mais com a cabeça de cima do que com a de baixo, a coisa pode tornar-se um "case-study". É aqui que entra a definição de confiança! Porquê? Tudo porque a dita cuja, que é um poço de simpatia, disse-me com todas as letras que ainda não conseguiu confiar em mim! Mas, eu tive de definir confiança para poder tirar algumas conclusões. E cheguei a uma. Não se trata de confiança, mas sim, de vontade. Trata-se de conseguir tocar a alma, provocando uma forte vontade atractiva, devastadora e circunstancial! E no fundo, a minha falha anda a ser aí! Há bem pouco tempo conseguia elevar a alma das pessoas, tornando o momento apetecível. As mulheres desejavam mais o momento do que a mim, e eu, inconscientemente, passei a desejar ser o alvo apetecível, em deterimento do momento! E não sou feliz com isso, pois, nada como poder tornar um momento da vida de alguém, numa imagem inesquecível!

But I'm shure I will touch your soul!

4 comentários:

Isa disse...

Não confies nele!!

it's my opinion..

kiss*

Vânia disse...

Ohhhh, tadinho... A precisar de colinho, é?
Já pensaste se a pessoa vale mesmo a pena? Se vale o teu esforço, as tuas dúvidas? Ou então se não será um capricho teu que queres ver satisfeito e a tua presistência não te deixa abandonar?
Não sei! Sei que não gosto de sentir-te assim.
Anima-te moço!
Beijinhos

Gaja Boa 2 disse...

Oh ser charmoso! Não será que está a ficar sem "forças"???
hehehehhehe

Madeirense Marafada disse...

hmmm as vezes metemo-nos nas aventuras numa de não nos envolvermos, mas quando vamos a ver queremos tar com essa pessoa, não por prazer mas pelo lugar que essa pessoa ocupa n nosso coração. Ela deve tar com medo de arriscar em s deixar envolver, neste caso ela é que ficou com os pés assentes no chão. Beijos