É Outono!

Lembro-me do Outono quando eu era um jovem cheio de força. Aí pelos meus 18/19 anos, vivia o Outono de uma forma bastante especial, derivado do regresso às aulas. Ejaculavamos entre colegas, amigos e amigas todas as aventuras de Verão, e preparavamo-nos para o que de melhor a escola tinha: apontar-nos para a vida, mas, essencialmente, gajas boas a estrear!
Eu nunca na vida tive a sorte, ou o azar, depende do ponto de vista, de estrear uma rica parreca. Mas a verdade é que também nunca fui frustrado por isso, aliás, acho que em algumas situações deve até ser um momento embaraçoso. Agora com esta idade e a caminhar a passos largos para cota, também, de certeza, que nunca mais hei-de papar uma cona com íman!
Todos têem aventuras do tempo de escola, e eu até já aqui contei como a Joana me ensinou uma nova forma de molhar os dedos para virar as páginas dos livros! A escola é uma boa fonte de experiência e conhecimento, assim o pode dizer a Saias. A Saias era uma rapariga que andava sempre de saia, como o nome fictício por mim arranjado assim o indica. Nunca tinha percebido porquê, até ao dia em que ela me pediu para a levar a casa no final das aulas. Era escuro, muito escuro, e ela tinha de passar por uma zona não iluminada. Lá fui eu armado em inocente, e sem pensar nos perigos que aquela boa zona escura poderia esconder! Chegados à red line, a gaja começa logo, sem perder tempo a falar das aulas de Biologia e do sistema reprodutor, e que bom mesmo era nós termos um boneco como modelo e tal... e eu a achar aquela conversa toda muito do estranha! Eu ia dizendo que concordava e perguntei-lhe, num tom mesmo cientifico, se ela nunca tinha visto o orgão sexual masculino!! Resposta: "se mostrares sim!". Como quem fala assim não é gago, eu predispus-me logo a mostrar e a gaja olha para o bicho em estado de latência, pega nele, olha-me nos olhos e diz-me quer testar o estado de erecção! Como na maior parte das quecas daquela altura a gaja não mamou (desperdicio), mas de saia levantada e meia calça de vidro em baixo, levou, contra a parede daquele muro da zona escura, uma queca divinal, que, penso eu, ainda hoje a deve fazer sonhar... e a mim também! Foi uma queca simples mas soube muito bem. Mas, a gaja tinha um problema, e nada é perfeito. Ela, no dia pós-queca, contou a meia turma que eramos namorados. Numa aula, recebi um bilhetinho de uma gaja que andava sempre a ver quando é que eu lhe rasgava a cueca, com os seguintes dizeres: "Muito bem menino Charmoso, a namorar com a saias. Contava com mais da tua parte... que gostos!". No intervalo seguinte tive de chamar a Saias, e dizer-lhe que aquilo para mim foi prazer mutuo, e que não nutria qualquer sentimento por ela! Levei um valente estalo, mas sobrevivi! Ainda me lembro do momento em que ela puxou a colatra atrás, projectando a sua mão, que ainda no dia anterior me acariciava a piça, contra a minha cara!

Próximo capitulo: como eu perdi a virgindade! (vou ver se me lembro)

12 comentários:

2 idiotas super hiper ri fixes disse...

bem isso é que eu chamo de uma gaja com tomates hehehehe
traumatizaste a pequena
mas estou mt mas mt curiosa para saber como foi a tua primeira vez...
despacha te lá com isso e adiciona o nosso endereço novo

www.2idiotasuperhiperrifixes.blogspot.com


bjs
abelhinha

2 idiotas super hiper ri fixes disse...

bem isso é que eu chamo de uma gaja com tomates hehehehe
traumatizaste a pequena
mas estou mt mas mt curiosa para saber como foi a tua primeira vez...
despacha te lá com isso e adiciona o nosso endereço novo

www.2idiotasuperhiperrifixes.blogspot.com


bjs
abelhinha

Bombocaa disse...

até me custa a acreditar que não te lembres...

Gaja Boa 2 disse...

Aguardo a tua história dos "três perdidos"

beijos

Vânia disse...

O Outono cheira a fumo doce, a castanha assada, a folhas secas, a Sol fresquinho...
E tu, a que cheiras?
Beijinhos

Sereia disse...

que mauzão...

CatWorld disse...

pRIMEIRO 27 NAO É VELHO NEM ALGO K SE PAREÇA! :-P
Bem, mas tiveste uma infancia divertida e cheia de descobertas.
beijoca!

carla granja disse...

mas k historia alucinante:) eu tenho um blog com poemas para todo o gosto e sao feitos por mim se kiseres me visita bjosssssssssssss
carla granja

Shadows in Love disse...

há coisas que nunca se esquecem... nem as bofetadas...tauuuuuuuu

Borboleta Endiabrada disse...

ai sr.charmoso...assim nao pode ser!! mas vá la... foi da maneira que nao te esqueceste!!

beijinhos endiabrados

O Chaparro disse...

deixa o estalo, pelo menos deste uma queca.
bom resto de semana

Bombocaa disse...

Ora..concordo com o "chaparro"..pelo menos deste a queca...lolol